TECNOLOGIAS MÓVEIS: ALIADAS NA EDUCAÇÃO E NA SAÚDE

Com os smartphones e os tablets se tornando populares e os consumidores integrando cada vez mais comportamentos móveis em seu estilo, o que fazer para potencializar isto a favor da educação? Como fazer dessas tecnologias, ferramentas pedagógicas?


Introdução

As Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) são o produto da união da computação e de telecomunicações a serviço da humanidade, conectando hardware e o software utilizados para converter, armazenar, proteger, tratar, transmitir e recuperar a informação, a partir de qualquer lugar e em qualquer momento . As TIC abrangem áreas como telefonia, mídias televisivas e todos os tipos de processamento e transmissão de áudio e vídeo, 


Toda essa gestão da informação é feita através de sistemas informáticos, o que inclui não apenas o computador, mas também telefonia móvel, notebooks, smartphones, tablets, jornais digitais, enfim, milhões de aplicativos utilizados em diversas áreas como saúde, administração de empresas, justiça, educação, fazem parte deste componente. As novas Tecnologias de Informação e Comunicação, no entender de Castells, têm impacto concreto na gestão institucional, no processo de ensino e aprendizagem, na comunicação com a comunidade interna e com a sociedade. 


As metodologias de ensino e aprendizagem incorporam cada vez mais bibliografias eletrônicas, vídeo, blogs didáticos, pesquisa na web. Com toda riqueza tecnológica e acesso a fontes de informação existentes fora da escola, os alunos requerem o uso de novas linguagens e mídias. Portanto, tanto a universidade quanto o docente precisam se atualizar para acompanharem esses avanços


Objetivos


O objetivo deste estudo é analisar o uso didático-pedagógico das tecnologias pelos profissionais envolvidos na educação, para subsidiar o processo de atualização, no contexto de um mundo global que definitivamente está ao alcance de nossas mãos


Tecnologias de ponta a serviço da educação


Com os smartphones e os tablets se tornando populares e os consumidores integrando cada vez mais comportamentos móveis em seu estilo, o que fazer para potencializar isto a favor da educação? Como fazer dessas tecnologias, ferramentas pedagógicas? O uso de telefones móveis e Internet cresceu vertiginosamente nos últimos 15 anos. Um terço dos 7 bilhões de habitantes do planeta tem acesso à Internet. 4 O número de linhas celulares ativas no Brasil chegou a 247,2 milhões. Smartphone é um telefone celular que combina chamadas de voz com funções adicionais, tais como serviços da Web, mensagens de texto e multimídia, leitores de vídeo, MP3, câmeras, agenda, arquivamento de documentos, planilhas, jogos e outras plataformas de aplicativos, transformando-o em um verdadeiro computador portátil 5 . Com os avanços dos tablets, agora com Internet e aplicativos personalizados, docentes, alunos e profissionais da saúde podem utilizá-los, conforme a experiência e necessidade. São ferramentas ideais para compartilhamento de conteúdo, vídeos, imagens e apresentações, fáceis de usar, visualmente atraente e altamente portátil 6 . Praticidade, interação, agilidade são lgumas das vantagens dos dispositivos móveis no ambiente educacional. Livros digitais, lista de exercícios, apostilas, calendários, laboratórios virtuais, simuladores, animações, filmes, jogos educativos, enfim, um campo vasto de conhecimento a um simples toque de dedos. O professor Christopher Dede declara que “graças a dispositivos como tablets e smartphones, é possível, pela primeira vez, unir de maneira tão integrada o mundo dentro e fora da escola”7 . Os desafios são constantes: escola com qualidade, formação de professores, mudança de cultura. Para usar essas tecnologias como suporte adicional, o professor deve ter um objetivo claro, escolher o conteúdo, a metodologia e os recursos, de outra maneira, os equipamentos perdem sentido.



Considerações finais


O uso dos dispositivos móveis pode servir para motivar os alunos a criar momentos de reflexão e produzir atividades mais colaborativas. A apropriação dessas tecnologias tornará o processo de aprendizagem, dentro e fora da sala de aula, mais de acordo com uma formação cada vez mais exigente 8 , com mais qualidade na educação e uma nova didática. A potencialidade das tecnologias atuais e sua apropriação são cruciais para a sociedade do conhecimento e os educadores não podem ficar à parte das mudanças proporcionadas por elas. É um cenário diferente, com o surgimento de novos ambientes e opções diversificadas que apoiam o ensino e a aprendizagem. O grande desafio para o século XXI é, portanto, fazer dessas tecnologias verdadeiras ferramentas pedagógicas


Fonte:


XIII Congresso Brasileiro em Informática em Saúde TECNOLOGIAS MÓVEIS: ALIADAS NA EDUCAÇÃO E NA SAÚDE 


Teresa Avalos Pereira 1 , Rita Maria Lino Tarcia 2 e Daniel Sigulem 3 


1 Mestranda do Programa de Gestão e Informática em Saúde do Departamento de Informática em Saúde (DIS), Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP, São Paulo, Brasil 2 Professor Adjunto, DIS, Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP, São Paulo, Brasil 3 Professor Titular, DIS, Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP, São Paulo, Brasil